Biografia

 

Eronildes da Silva Bacelar, Nide, nasceu em 27 de junho de 1927, na cidade de Aiquara, Bahia. É filha de Purcina Rita da Silva e de Pompílio Rodrigues da Silva, criador de gado e comerciante na mesma cidade. Casou-se, em 1947, com o médico e poeta Dr. S. Marques Bacellar (1907-1980), com o qual teve oito filhos.

Em 1963, Nide fez um curso de pintura, como aluna externa, na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, com o professor Emídio Magalhães (1907-1990). Em 1971, aperfeiçoou seus estudos de arte no Rio de Janeiro.

A partir de então, tornou-se autodidata, desenvolvendo técnicas próprias de pintura e seu próprio estilo. Pesquisou profundamente os costumes, as tradições e o folclore baiano, revelando seus conhecimentos em sua arte.

A partir de 1970, começou a ser destaque na imprensa baiana por seus trabalhos, especialmente aqueles sobre cultura afro-baiana. Despida de tabus, sua arte representava tradições que conheceu de seus antepassados, que vivenciou e complementadas com suas pesquisas. O resultado foi uma abordagem não convencional da cultura baiana que surpreendia pela temática, pela dinâmica de movimentos e pelas cores fortes. Como escreveu o educador e professor da UFBA José Newton Alves de Sousa, em seu livro Momentos (1985):

"Aquilo que de ordinário se nos afigura pesado e vulgar, esteja num tipo humano ou numa atitude cotidiana, em Nide transparece sob idealização que eu diria plumosa, esbatendo-se até às mais delicadas cores e formas. Tem ela o dom de captar a vida e de comunicá-la festiva, terna, pura, rítmica, policromia cantante em suaves tons e leves tipos, mundo delicado e ao mesmo tempo forte, captação e reinvenção dos seres, insistência em mostrar algo que nossos olhos habitualmente não percebem."

Em 1975, foi indicada representante, em Salvador, da Associação de Artistas Plásticos do Distrito Federal. Nesta época passou a lecionar desenho e pintura em seu atelier (em 2000 realizou uma exposição coletiva na Panorama Galeria de Arte com seus alunos).

Em 1978, Nide participou do Salão de Arte do Rio de Janeiro, promovido pela Associação Brasileira de Imprensa. Também foi destaque do livro Arte Nordeste Hoje. Neste livro, Romano Galeffi (1915-1998), fundador da cadeira de Crítica de Arte da Universidade Federal da Bahia, declarou sobre Nide: a artista revela invulgar dotes expressionais, agora aplicados exclusivamente ao temário geral do folclore afro-baiano. Compondo gostosas cenas de gênero contadas com refinado senso de humor. Suas personagens, concebidas, via de regra, de maneira a refletir intenso dinamismo e expressando às vezes, um movimento potencial, são estruturadas mediante um desenho fortemente estilizado e pessoal. Pelo uso da cor e pelo matizado plástico, a artista revela um autêntico aprimoramento artesanal e estilístico com efeitos tonais e um intenso dinamismo que constituem a sua melhor carta de apresentação.

Em 1979, fez curso de aperfeiçoamento em Crítica de Arte, em Brasília, promovido pela Funarte e ministrado pelo filósofo e professor Romano Galeffi (1915-1998), fundador da cadeira de Crítica de Arte da Universidade Federal da Bahia. Em Recife, recebeu o título de Pintora Destaque na VII Grande Noite de Elegância e Destaque do Nordeste.

Em 1980, Nide recebeu Medalha de Ouro e o título de Pintora Revelação do Ano das mãos de Austregésilo de Ataíde, então, presidente da Academia Brasileira de Letras.

Nide não teve formação acadêmica. Leu muitos livros na biblioteca da família e transpôs sua criatividade para seus trabalhos de arte. O resultado é único e ganhou inúmeros admiradores no Brasil e no mundo. Foram muitos prêmios conquistados e um grande número de exposições realizadas. Em 2018, Nide publicou seu livro A Arte de Nide, aos 90 anos de idade.

 

 

 

 

Nide no dia de seu casamento com o médico e poeta S. M. Bacellar.

 

Casamento

 

 

 

 

 

 

Pintora Nide

 

 

Nide Bacelar

 

Bahia Turismo

 

Biografia da Artista Plástica Nide. Arte na Bahia - Todos os direitos reservados.

 

 

 

 

 

Nide Bacelar

 

Arte Bahia

 

Lavagem Bomfim

 

Baianas

 

 

 

Biografia